sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Assuntos vários (20 de dezembro de 1974)


Este ano (1974) não haverá castanhas para o Natal.

Os pobres não iram mesmo comprar, mas nem os ricos, nem os remediados poderão adquirir o referido produto.

É que o carregamento da referida fruta, proveniente da Europa, chegou ao porto de Santos já deteriorado, em virtude de uma avaria nas câmaras frigoríficas do navio que fazia o transporte das castanhas.

--:--

Não há muito, através do “Correio”, os marilienses tomaram conhecimento de que a firma japonesa “Honda Motor Company”, produtora das motocas Honda, estava “campeando” um local em nosso Estado, para a instalação de uma filial de sua empresa.

No aludido comentário, dissemos que Bauru havia entrado no páreo, mas que tínhamos ciência de que a Honda já havia adquirido uma grande área de terreno para o mesmo fim, no município de Sumaré, próximo a Campinas.

Mesmo assim, o vereador Quico apressou-se em propor à Câmara a constituição de uma comissão de vereadores, para ir pessoalmente coloquiar com os dirigentes da Honda, no sentido de estudar as possibilidades de estudos para a instalação dessa empresa em Marília.

Agora nada adianta, porque até Bauru já perdeu o lance, vez que comunicação oficial a respeito foi feita ao prefeito Edmundo Coube pela própria empresa, informando que vai instalar-se no município de Sumaré.

--:--

Notícias de Brasília dão conta de que assessores do ministro Arnaldo Prieto, do Trabalho, informaram à imprensa de que no próximo ano será regulamentada a profissão de radialista.

O informe adianta que o próprio ministro já designou comissão especial para elaboração dos referidos estudos.

Medida justa e racional, essa, que, a exemplo dos jornalistas, virá regulamentar a profissão de uma nobre e operosa classe.

--:--

Na cidade de San José, Estado da Califórnia, a senhora Charlote Lange, de 26 anos de idade, deu à luz seis gêmeos.

Desses sextuplos rebentos, cinco vieram a falecer, restando apenas a menina Jolene Rene, com poucas possibilidades de sobrevivência.

--:--

Serviço de Trânsito de Marília necessita urgentemente da recuperação do carro-guincho ou de dotação de um novo veículo desse tipo.

A ausência do carro-guincho no trânsito mariliense vem contribuindo para uma série de desmandos e de abusos de trânsito, praticados por motoristas descuidados ou irresponsáveis.

--:--

Parece que irão se cometer muitos abusos no comércio especializado de aves, por ocasião deste Natal.

Estão falando por aí, preços abusivos e bárbaro, no que tange a leitões, frangos, perús, cabritos, etc.

Se nenhuma medida preventiva se fizer surgir, muitos abusos irão se verificar, muitos deles, inclusive, ocasionando prejuízos aos açougueiros e casas de carne legalmente existentes.

É que os “atravessadores” já principiaram a agir.

--:--

Chuvas copiosas e intermitentes tem caido nestes últimos dias sobre o município, provocando estragos nas rodovias municipais não pavimentadas e danificando inclusive margens das estradas oficiais e pavimentadas.

Até o solo asfáltico das ruas da cidade está sentindo essas consequências, apresentando uma infinidade de buracos, todos com tendências aumentativas.

Extraído do Correio de Marília de 20 de dezembro de 1974

Nenhum comentário: