quinta-feira, 13 de junho de 2013

Futebol e outras coisas (13 de junho de 1974)



O brasileiro João Havelange foi eleito presidente da FIFA – Football International Federation Association, com sede em Berna, na Suíça.

Espera-se radicais alterações na sistemática de operosidade da entidade máxima mundial de futebol.

Há um lado que deve merecer uma observação especial: o otimismo da luta e a perseverança de João Havelange. Há alguns anos passados, ele anunciou ante admiração geral e mesmo cepticismo de muitos brasileiros: “Vou ser presidente da FIFA”.

E foi mesmo.

Essa força de vontade, essa firmeza de propósitos e a conquista do objetivo caracterizam uma disposição impar de espírito de luta.

--:--

A Estação Rodoviária de Marília representa em seu gênero a primeira construída no Brasil.

Sua edificação data do ano de 1.936 e seu idealizador foi o Sr. Joaquim Palácio, ainda vivo, fazendeiro residente em Marília.

Na época, primeira e única em todo o Estado e no País, a Estação constituiu-se em motivo de turismo. Gentes de fóra aportavam a Marília para ver e conhecer a óbra.

Este escriba, estudante do comércio e já “rabiscando” croniquetas para o então bi-semanário “O Progresso”, locomoveu-se desde a cidade de Lins, em início do ano de 1939, para conhecer e ver “in loco”, a Estação Rodoviária.

--:--

Dia outro, alí na Avenida, determinado cidadão, dirigindo-se ao vereador Nadir de Campos:

- Professor, o senhor póde andar aqui pela Avenida com a cabeça erguida e o peito aberto, mas não são todos os vereadores de Marília que desfrutam dessa tranquilidade.

--:--

Brasil pára hoje, às 11 horas.

Todos os brasileiros estarão com as vistas pregadas na tevê e com os ouvidos nos rádios, acompanhando a seleção nacional de futebol, que estréia na Copa-74, em Frankfurt, frente ao selecionado da Iuguslávia.

--:--

Jornal “Diário de Baurú”, em sátira contra Zagalo e com respeito ao Campeonato Mundial:

- As iniciais WM, que se incrustam na Taça do certame mundial, tem uma única explicação: Waldir e Mirandinha.

--:--

Lendo, há dias, uma publicação estrangeira, pude perceber que o noticiário referente às motivações que precederam as expectativas da realização do Campeonato de Futebol-74, apresentam por lá uma conceituação algo diversa.

A maioria dos críticos esportivos da Alemanha insistia em apontar, pelo menos até duas semanas atraz, a seleção da Argentina como a mais provável vencedora do campeonato mundial de futebol, que hoje se inicia.

Alguns cronistas italianos, no entanto, davam mais crédito a Alemanha, prognosticando sua vitória final, em duelo contra o selecionado da Inglaterra, que poderia vir a ser o vice-campeão.

Para outros cronistas franceses, tudo indicava, até três semanas passadas, que o certame, no turno final, poderia apresentar a seguinte classificação: Alemanha, Argentina, Inglaterra e Itália.

Todas essas considerações deixaram claro o descrédito pelas seleções do Brasil, Escócia, Iugoslávia e Uruguai.

Vamos ver o que acontecerá, porque, além de nós, brasileiros, muitas outras nações confiam no futebol canarinho.

Extraído do Correio de Marília de 13 de junho de 1974

Nenhum comentário: