sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Um grande administrador (14 de outubro de 1959)

O tempo é, indiscutivelmente, o meio que apresenta o melhor testemunho do acompanhamento das ações dos homens. O que se faz, bem ou mal, acaba por aparecer e tornar-se público, dia mais, dia menos.

Com respeito a atuação do atual prefeito municipal, à frente do Executivo mariliense, agora, quase expirado o período governamental, pode-se melhor aquilatar os efeitos e as qualidades dessa administração. Sem nenhuma justificativa para qualquer eventual precipitação de juízos.

Não só nós, méros críticos e bem intencionados observadores, como todo e qualquer mariliensem desde que não seja demasiadamente apaixonado. Nós, em particular, independentes como sempre fomos, sem quaisquer vínculos ou compromissos com o Prefeito Argollo Ferrão, poderemos aquilatar a grandeza de sua fecunda administração, reconhecendo na pessoa de Miguel Argollo Ferrão, um grande administrador, um cidadão íntegro, um homem de capacidade e pulso. Ninguém poderá contesta-lo.

Os inúmeros metros de extensão das rêdes de água e esgoto, por se encontrarem sob a terra, são ignorados por muitos, enquanto, alguns buracos nas ruas da periferia, por estarem visíveis, são logo notados por todos. Pelos buracos das ruas são se pode julgar um prefeito e sim pelas realizações efetivadas, principalmente se se tiver o cuidado de analisar os trabalhos dispendidos dentro do paralelo comparativo das possibilidades financeiras do erário público. Isto é o que muitos deveriam ter feito, como nós tivemos o cuidado de fazer, para escrever agora este ponto de vista.

Sentimos ainda maior ânimo para referir a personalidade marcante do Eng. Argollo Ferrão, aos termos conhecimento de várias bandalheiras praticadas por diversos de outras cidades, fatos verdadeiramente vergonhosos, alguns objeto de inquéritos administrativos e até polícias.

Marília teve um grande administrador, cujas qualidades de técnico e de homem capaz, serão ainda melhor aquilatadas posteriormente. O Prefeito Argollo Ferrão foi um homem de pulso firme e de idéias lúcidas, realizador de um trabalho admirável e digno de encômios por parte de todos os marilienses.

Ao ensejo do ocaso de sua profícua gestão à frente do Executivo mariliense, felicitamos efusivamente o ilustre engenheiro que por duas legislaturas foi Prefeito Municipal de Marília. E o foi com orgulho e competência irretorquíveis.

Extraído do Correio de Marília de 14 de outubro de 1959

Nenhum comentário: