quinta-feira, 18 de março de 2010

Introdução ao Direito Municipal (18 de março de 1958)

Abordamos, não há muito, as providências do reverendo Álvaro Simões, acêrca da criação oficiosa de uma cadeira de Introdução ao Direito Municipal, para as terceira e quarta séries ginasiais do Instituto “Vicente Themudo Lessa”.

Na oportunidade, referimos o fato como um exemplo magnífico de municipalismo, partido de Marília, cidade que sempre primou na propagação de bons e sadios exemplos. Efetivamente, ministrar ensinamentos de direito municipalista as gerações de amanhã, aos homens que substituirão no futuro os atuais lideres do municipalismo é alguma coisa de magnífica, exemplar, patriótica. Incutir nas mentes da mocidade de hoje as razões e os direitos dessa contenda é um deve daquêles que formam hoje o grande exército dos verdadeiros municipalistas.

Sexta feira última, tivemos a oportunidade de assistir, no mencionado estabelecimento de ensino, a aula inaugural dessa inédita cadeira em escolas do Brasil. A primeira aula foi ministrada pelo dr. Aniz Badra, presidente da Associação Paulista de Municípios, verdadeira autoridade no assunto. Lá estivemos, por dois motivos distintos: por fôrça profissional de um lado e por vocação municipalista de outro.

Confessamos que gostamos imensamente daquilo que presenciamos no “Themudo Lessa”. Gostamos da palestra do dr. Badra, a clareza e a objetividade com que abordou o assunto. Gostamos ainda mais do interêsse despertado entre os estudantes das duas séries citadas, acompanhando com atenção as esplanações do conferencista.

Vimos mais uma prova de que ninguém deterá jamais essa expansão de idéias que visam colocar os municípios em seus devidos lugares. Percebemos que aquêles que são interioranos sentem, dentro de si, a realidade da contingência e a necessidade dessa luta. Ninguém melhor do que os interessados diretos, para defender causa própria e das mais justas.

Mais de uma hora durou a aula, inaugural referida. Sem cansar, sem confundir, prendeu as atenções de todos, a ponto de despertar interêsse tamanho, que originou uma série de perguntas sôbre o municipalismo, questões que foram dirigidas ao ministrante por alguns alunos que assistiram a primeira aula. Só êsse fato, é um motivo para ser acrescido ao movimento, que de simples idéia e de muitas lutas, passou hoje para o terreno da realidade irrefutável.

O dr. Badra, ao encerrar sua aula inaugural, fez ciência aos presentes que ira instituir, sob o patrocínio da A. P. M., dois prêmios, para os que mais se distinguirem em aproveitamento dos ensinamentos ministrados da aludida cadeira. Um será um livro de “Marília de Dirceu”, encadernado e de autoria do grande poeta montanhês Thomaz Antônio Gonzaga. Outro será uma bolsa de estudos na América do Norte, por intermédio da União Cultural Brasil-Estados Unidos. De acôrdo com o afirmado pelo presidente da A. P. M., a aludida entidade colocou à disposição do mesmo duas dessas bolsas de estudos, uma das quais já foi prometida.

Será um estímulo ainda maiôs para os que irão acompanhar a mencionada cadeira de Introdução ao Direito Municipal.

Como dissemos anteriormente, a cadeira referida é oficiosa, por tratar-se de matéria extra-“curriculum”. Mas não deixa de ser um grande exemplo que deverá ser seguido por outros estabelecimentos de ensino, do Brasil todo, ao mesmo tempo que deverá despertar as atenções dos legisladores e autoridades de ensino do país, no sentido de incluir-se tal sistema pedagógico, em carater oficial-permanente, no sistema de ensino do país.

O dr. Silvio Fortunato, vereador em Santos e profundo conhecedor de assuntos municipalistas, conforme afirmativas do dr. Aniz Badra, deverá ser brevemente convidado para ministrar no “Themudo Lessa”, uma aula de minicipalismo. Depois dêste, outros líderes do movimento prestigiarão também essa iniciativa feliz e patriótica do reverendo Simões, diretor do aludido estabelecimento educacional.

Extraído do Correio de Marília de 18 de março de 1958

Nenhum comentário: