quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

150 anos de medicina no Brasil (11 de fevereiro de 1958)

O próximo dia 18, marcará em nosso país, a passagem de um e meio século da fundação do ensino médico no Brasil.

Tal processo de educação cientifica, para a formação de médicos brasileiros, foi instituído em 18 de fevereiro de 1808, na Bahia, pelo então Príncipe Regente, D. João VI.

Em comemoração à data, serão realizados na Capital da República, dois importantes congressos médicos e históricos. Tais reuniões, serão patrocinadas pelos Instituto Brasileiro da História da Medicina e pela Federação Nacional da História da Medicina. O primeiro congresso denominar-se-á “Pan-Americano da História de Medicina” e o outro, “III Congresso da História da Medicina”.

Todas as nações do novo mundo, através dos órgãos competentes da Comissão Organizadora do mencionado programa de realizações, foram convidadas para participar do primeiro conclave, esperando-se a presença das mais representativas autoridades médicas de diversas partes do continente. Historiadores médicos, representantes da ciência de Hipócrates e da cultura médica continental, ilustrarão com suas presenças dito acontecimento, estudando em conjunto os progressos de medicina em todo o mundo, desde seus primórdios até a éra dos “Sputniks” e “Vanguards”.

Conhecem-se já os temas das mencionadas reuniões, que estão subordinadas aos seguintes títulos e estudos: “A Medicina Pré-Colombiana” e a “História do Ensino Médico”, isso sem contar-se o número de temas livres, versando sobre a história geral da medicina em seus diversos ramos e aspectos, bem como, teses e trabalhos acêrca de Ciências e Filosofia e Sistemologia, Ética(,) Literatura, Jornalismo, Artes e Folclore Médico.

Diversas delegações médicas européias participarão desses conclaves, como convidados especiais, esperando-se contribuições inestimáveis das mesmas, sobre o temário em geral e os temas especiais em particular.

O local designado para a realização do aludido Congresso, será o auditório do Ministério da Educação e Cultura, no período de 12 a 20 de Abril próximo vindouro.

Pouca publicidade, entretanto, está sendo dada ao caso, que, a nosso ver, encerra assunto de importancia vital, uma vez que autoridades médicas discutirão assuntos de interesse diréto de todas a humanidade, ao par das comemorações justas que serão tributadas ao acontecimento tão relevante.

É mistér que todas as associações médicas se inteirem perfeitamente do assunto, procurando enviar seus mais destacados representantes ao conclave referido.

É necessário que as autoridades brasileiras, sob cujos ombros pesa a importancia primordial, como patrocinadores do acontecimento e como os felizes comemoradores do 150º aniversário de fundação dos cursos médicos no Brasil, consigam realizar o conclave com sucesso pleno.

No ensejo deste pequeno registro, permitimo-nos, daquí, enviar com antecipação, os nossos votos e desejos de que o mais completo êxito venha a demarcar a efetivação desse congresso, que, sem dúvida, ficará representado, nos anais da própria medicina do Brasil, mais um grande marco de realizações elogiáveis, a acrescer o já imenso rosário de medidas encomiosas, que constituem exemplos de frizante orgulho para a própria medicina nacional.

Extraído do Correio de Marília de 11 de fevereiro de 1958

Nenhum comentário: